sábado, 29 de agosto de 2015

Untwine: Campos de Energia da Deusa

Quando usamos a palavra Deusa, existem pessoas diferentes com opiniões diferentes, sentimentos e pensamentos por trás da palavra, sobre o que a Deusa é para cada um deles. Existem muitos arquétipos da Deusa e da energia feminina por aí, alguns saudável e outros não, alguns em sintonia com a Fonte/Criador, mas outros não. Estes vários arquétipos correspondem aos campos de energia e frequências existentes.

Quando um grupo de pessoas meditam juntas sobre a Paz, elas criam um campo de energia da Paz que vai expandir-se ao seu redor, e propênciar que mais manifestações de Paz aconteçam no futuro baseadas nas ideias de Paz dessas pessoas.

Quando a Cabala cria um evento de bandeira falsa e depois bombardeia certas ideias sobre isso através dos Mídia Oficiais, muitas pessoas começam por ter emoções e pensamentos negativos projectados por esse tipo de eventos - o que gerará um campo de energia baseado no medo, por exemplo - sendo que, em seguida, circularão a seu redor mais manifestações de medo no futuro.

Quando um grupo de magos negros realizam uma cerimónia usando o pentagrama para intenções negativas, tais como o sofrimento e a manipulação, eles estão atribuindo um certo tipo de campo energético e veiculá-lo à geometria sagrada, com vontade de fazê-la circular por aí.

O mesmo princípio aplica-se quando um grupo de pessoas fazem uma cerimónia para a Luz usando o pentagrama para intenções positivas, tal como harmonia, vontade divina, equilíbrio, etc.

Usando a geometria sagrada é especialmente poderosa porque ela está em toda parte, por exemplo, todos os seres humanos podem comer frutas que, quando em flor, têm 5 pétalas sobre eles. Assim, através dos princípios de ressonância, os campos de energia do pentagrama irão conectar-se com os pentagramas que existem por ai. Ao olharmos para um pentagrama, podemos sentir todos os tipos de campos de energia a ele associados. Então, como criadores, podemos transformar, clarear as coisas e escolher qual o campo de energia com o qual nos sintonizamos.


O mesmo princípio aplica-se para as mulheres/deusas/divino feminino.

Existem os arquétipos naturais/campos energéticos como Vénus, por exemplo: que é o planeta Vénus e a deusa Vénus, e muitas outras mulheres e deusas no universo que são representações e encarnações deste arquétipo. Há outros, tais como a Lua, Ceres, Sekhmet, etc. Estes arquétipos são universais. Tão diversos como o universo é, na verdade reproduz sempre os mesmos arquétipos com muitas variações diferentes: estrela e planetas, água, fogo, terra e ar, etc. Todos os arquétipos naturais são positivos, porque Fonte só cria harmonia.

Em seguida, as forças das trevas manipularam esses arquétipos tal como eles fizeram com o pentagrama. Então, tal como com o pentagrama, é importante fazermos escolhas conscientes sobre quais campos de energia nos sintonizamos quando estamos a falar da Deusa.

Na cultura popular existe um arquétipo comum distorcido da Deusa que poderíamos apelidar como a "rainha má". Ela é a rainha má na "Branca de Neve", a bruxa no "Feitiçeiro de Oz", a rainha má em "Alice no País das Maravilhas", etc. Você pode encontrá-la em inúmeras outras histórias populares e filmes porque estas são histórias realmente esotéricas, criados por membros de grupos esotéricos. Eles contam histórias diferentes em contextos diferentes, que são realmente sobre as mesmas personagens, na verdade, elas não são personagens mas sim arquétipos.

Por exemplo, em "Alice no País das Maravilhas", a personagem principal - Alice, ela segue o coelho branco, caí na toca do coelho, escolhe entre dois bolos, um que faz a ela encolher e outro que a faz crescer em altura, e tem um monte de aventuras que a conduzem para a batalha final contra a rainha má.

No filme "Matrix", a personagem principal - Neo segue no início o coelho branco (tatuagem), isto leva-o a ter de escolher entre dois comprimidos, um vermelho e outro azul, e, tem um monte de aventuras que o levam para a batalha final contra a "Matrix", e matriz significa útero. Portanto, a Matrix é a rainha do mal.


É claro que este arquétipo do mal não faz parte natural do projecto da Fonte, mas é uma invenção de pessoas psicopatas e doentes a fim de abusarem da poderosa energia feminina para as suas intenções insanas. No entanto, assim como com o pentagrama, esses grupos fizeram muito para criarem um campo de energia potencializado sobre a rainha do mal, e plasmá-la em toda a sociedade de modo que ela se torne bem evidente em todo o planeta, para que a maioria da população humana se sintonize mais com ela do que com os verdadeiros arquétipos saudáveis e naturais. Todas as mulheres utilizadas na publicidade que vendem a brilhante maçã envenenada, todas a vítimas de controlo MK-ULTRA, cantores e actrizes, todas as mulheres de destaque da nobreza negra, tal como a realeza europeia ou a arconte nobreza negra italiana (Palaviccini, Aldobrandini, etc.) estão todos, de uma forma ou de outra, conectados à rainha do mal. Todas estas imagens de mulheres que vêmos nas ruas das grandes cidades e nos meios de comunicação, são a cenoura na vara de condução de todo o sistema, a única motivação pela qual as pessoas mantêm-se indo para os seus trabalhos de escravatura, a promessa para os homens de que se eles trabalham duro, então estas mulheres irá recebê-los, e a promessa para as mulheres que, ao tornam-se assim, então elas vão conseguir o que desejam. Esta é a energia magnética, que é a natureza feminina, mal-utilizada para os fins do mal.

Você pode ver também várias representações da rainha do mal ocultas em público, um exemplo evidente, esta recente estátua em Londres:


Provavelmente você vai achar que isto não tem nada a ver com uma estátua da Deusa. Também concordo. No entanto, as pessoas que fizeram a estátua acho que é uma deusa, é a sua ideia da Deusa, e está localizada muito perto de Palácio de Buckingham. Esta estátua é chamada de "Ela-Guardiã", o artista que a concebeu disse que "a ferocidade da escultura demonstra o amparo maternal".

Você pode ver claramente os mamilos maternais mostrados na estátua, que eu vi novamente em outra estátua nas ruas de Verona, Itália:


Na parte inferior desta fotografia, você pode ver uma placa de homenagem a um jesuíta influente, com o seu famoso símbolo "IHS". Em cima, está uma estátua com a energia semelhante ao que se vê em Londres - uma mãe loba-má e os dois bebés humanos que bebem o leite dos seus mamilos.

Como você provavelmente sabe, entre os círculos jesuítas há vários arcontes que estão controlando o resto da Cabala física. A seguinte transcrição é de uma publicação anterior de Cobra, onde ele fala sobre as Famílias Arcontes de Nobreza Negra conectadas aos Jesuítas:

"A família Aldobrandini contém os membros do grupo original, que escolheram experimentar a separação da Fonte à milhões de anos atrás. Eles têm em sua posse documentos secretos sobre a existência da Atlântida e fragmentos de rituais das Escolas de Mistério da Atlântida. Esta família está ciente da importância da Energia da Deusa. Há certos factos sobre esta família que serão tornados público após o Evento e que irão surpreender muita gente". (in http://2012portal.blogspot.com/2014/01/fall-of-archons-update.html )

Esta família é uma das âncoras principais para a frequência da "rainha má". Eles são os arquitectos por trás da "arte" mais famosa do planeta, tais como, os filmes de Stanley Kubrick, a música de Rolling Stones, e as pinturas de Pablo Picasso, por exemplo. Então, você poderá querer ser cuidadoso com o que você vai conectar-se no campo da arte, porque existe um enorme poder oculto dentro dessas produções. Para mais informações consulte este sítio Ultra Powerful Aldobrandini Family - The REAL Saturnalian Illuminati.

A Energia Feminina é a unidade, a recepção e o magnetismo. A forma como a "rainha-má" interfere na nossa vida é utilizando o magnetismo e o nosso desejo de unidade, a fim de manipular e controlar-nos através de circunstâncias dolorosas. Por exemplo, a mensagem como todas as mulheres (representando unidade energeticamente) estão publicitando é essencialmente esta: "Este é o caminho que todo mundo segue, se você quiser estar ligada às outras pessoas, então você deve fazer assim também. Todo mundo come fast food, veste-se e comporta-se deste jeito, então você também deve fazê-lo, caso contrário, você será deixado de lado e rejeitado."

Esta é uma força muito poderosa, quando um ser humano sente-se rejeitado por outro ser humano, a parte do cérebro que é activada é a mesmo que a dor. Então, basicamente o cérebro não sabe reconhecer a diferença entre levar um soco no rosto ou sentir-se rejeitado, o que é um factor importante em muitos impulsos e reacções fortes que vimos regularmente.

O que isso nos diz é que somos seres de comunidade, solidariedade e unidade. Fomos feitos para isso. Só que infelizmente tem vindo a ser usado contra nós, mas nós podemos curar ao tornarmo-nos conscientes disto novamente.

As consequências do uso indevido de unidade-magnetismo são manifestadas em várias formas de dependência de aprovação, porque as pessoas foram enganadas ao procurar a unidade onde nunca poderão encontrá-lo. Elas estão viciadas sem saberem na matriz, por lhes terem sido dadas falsas promessas de segurança e de comunidade, num falso ventre tóxico de várias estruturas sociais duras e disfuncionais, e que não sabem para onde ir a não ser que mudem as suas maneiras. Nunca satisfeitos, nunca terem sido amados realmente na unidade, eles tornaram-se viciados em aprovação e a julgar ideias e pessoas pelo número de gostos no Facebook, pelo preço das coisas, etc., essencialmente, buscando coisas que "todo mundo gosta" (para mais tarde serem apresentados com oposições controladas).


Este é um princípio que a cabala utiliza frequentemente e que pode ser comparado ao princípio da droga. Por exemplo, quando alguém consome heroína (o nome do fármaco foi cuidadosamente escolhida de forma a), os produtos químicos presentes no fármaco ligar-se aos receptores de endorfinas no corpo. A endorfina é uma hormona natural que o corpo produz, e que nos fazem sentir relaxados, em prazer e conforto. Produtos químicos da heroína imitam as endorfinas e substituiem-nas nos receptores do corpo activando os seus efeitos de prazer e conforto. Então, o problema é que os receptores adaptar-se aos produtos químicos da droga e já não são mais capazes de receber as endorfinas naturais do corpo, por isso a sensação de prazer e conforto que foi alterada e só pode ser sentida através da droga. Isto é como a droga pode ser muito prejudicial e viciante, mas é claro que pode ser revertida.

Este mesmo princípio é utilizado pela Cabal para muitas outras coisas. Por exemplo, o vício das compras pode alterar a sensação de sentir-se apoiado, a mídia social pode alterar o senso de comunidade, a conexão com a família de sangue pode alterar a conexão com a família de alma, contradizer os outros pode alterar o sentido de levantar-se e ser por si próprio, ver filmes ou TV pode alterar o nosso senso de aventura, etc. tudo é feito imitando um certo aspecto nosso substituindo-o por um outro artificial e tóxico. Contudo ainda pode ser bom em algumas coisas que foram listadas anteriormente, contando que elas sejam realizadas de forma saudável e não substituindo a nossa verdadeira natureza.

Muitas pessoas têm de recuperar-se do vício da matriz. Como acontece com qualquer recuperação do vício, o primeiro passo é parar de tomar a droga, e em seguida, reconectar-se com o aspecto natural de nós que foi sequestrado. Uma vez que os viciados em heroína pararam de usar a droga, eles realmente recuperaram-se apenas quando conectaram novamente com as endorfinas naturais do seu corpo. A humanidade precisa de desconectar-se da rainha do mal e reconectar-se com a Deusa real da verdadeira Luz da Fonte.

O retroceder do Ciclo de Vénus que estamos actualmente passando parece-me ser particularmente importante e poderoso. Este é um passo importante para acabar e remover os campos e ideias de Energia da Deusa que foram distorcidas, para que, desta forma possamos, em seguida, e voltar e ligar adequadamente com a versão verdadeira. É um momento em que olhamos para dentro e onde somos confrontados com todos os nossos pontos de vista e padrões distorcidos sobre a Energia da Deusa, que dizem respeito aos nossos relacionamentos, o nosso senso de amar e ser amado, apoiando e sendo apoiados, etc. Todo o lado oculto negativo no planeta têm influenciado as relações das pessoas no seu feminino interior e com as mulheres, nas suas vidas e nas suas relações de todo tipo. Assim, os nossos pontos de vista foram influenciados pelo ocultismo e também por todas as nossas experiências passadas, e temos de parar de olhar para as coisas através destes filtros. O retroceder de Vénus tem feito um trabalhado duro para removê-los.

A actual verdadeira, pura, e amável Deusa com a qual estamos em processo de reconexão é pela realidade daquilo que nós realmente somos, para o nosso maior potencial, respeitando a nossa forma única, reconhecendo o nosso único propósito, perdoando-nos, sempre nos concedendo, sem formalidades, sendo a abundância e a cura que nós precisamos para ser o nosso maior potencial, porque tudo foi-dado (n.t. for-given).

Estive recentemente viajando para o trabalho da rede (n.t. gridwork) e encontrado em vários lugares a saudável presença de Energia da Deusa que esteve ausente em muitos outros lugares da Terra.

Esperamos que você também possa-se conectar com as imagens e sentir a sua energia:


Estátuda de Vénus em Veneza (Venezia-Venusia).



Frescos antigos Minóicos.



Reconstrução da vida social Minóica.

A cultura minóica em Creta esteve muito ligada à Luz, á Energia da Deusa e ao Equilíbrio. E claro, todos os itens acima também aplicam-se aos homens e à Energia Masculina. Existe um campo óbvio da Energia Masculina que foi distorcida, tornando-o num ser estúpido, agressivo, egoísta, sem sentimentos, etc. Isso não é a verdade masculinidade. O verdadeiro masculino é um movimento que inicia, penetra e dá com amor. Aqui está uma pintura antiga Minóica representando o equilibrio saudável masculino:


E para concluir, você pode parar e olhar para esta imagem durante algum tempo, e observar tudo o que vem à tona dentro de si.


Fonte: Untwine (http://recreatingbalance1.blogspot.pt/2015/08/goddess-energy-fields.html)
Tradução: Rosa de Vénus (arosadevenus@gmail.com)